terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Brava






A aventura está em chegar até ela. Agreste e maravilhosa, não é praia para nadar, somente surfistas muito treinados se aventuram a entrar nas suas águas.

No final da praia Martin de Sá, você sobe o morro e desce para a praia Brava.

A praia tem o formato de uma concha que abraça a encosta recoberta pela mata atlântica, com magnífica vegetação.







A praia Brava tem pouco movimento em função de seu acesso: é preciso deixar o carro no sopé do morro e o restante do caminho deve ser feito a pé.

A vista da praia Martin de Sá tendo a Ilhabela à frente é maravilhosa.

Na paisagem, areias grossas e mata Atlântica.

Não há nenhum tipo de construção na praia, nem mesmo quiosques.







Praia de tombo com fortes correntes em toda sua extensão, o canto esquerdo oferece melhores condições para a prática do surfe.

A ondulação é melhor no período da manhã. Ideal também para a prática de mergulho.

O acesso é feito descendo por uma estrada sinuosa a partir da encosta da Martin de Sá.

Evite deixar objetos de valor dentro do automóvel.

Fica a 4 quilômetros do Centro.